Pedro Proença

Nasceu em 1962, em Lubango, Angola. Vive e trabalha em Lisboa. Estudou na Faculdade de Belas Artes de Lisboa onde, juntamente com os artistas Pedro Proença, Manuel Vieira e Xana, funda o grupo Homeostético (1983). Realiza a suas primeiras exposições individuais em 1984, na Casa Bocage, em Setúbal, e na Galeria Cómicos, em Lisboa. Do seu extenso percurso, destacam-se as participações em várias exposições colectivas realizadas na Fundação Gulbenkian, em Lisboa; no Museu de Serralves, no Porto; no Centro Cultural de Belém, em Lisboa; ou em iniciativas como “Aperto”, na Bienal de Veneza, em 1998. Realizou várias exposições individuais na Fundação Gulbenkian, em Lisboa; na Galeria Fúcares, em Madrid; no Kunstverein de Frankfurt; e na Galeria Pedra Oliveira, no Porto. Foi distinguido com o Prémio Nadir Afonso (1983), com uma Menção Honrosa no Festival Cagnes-Sur-Mer (1985) e com o Prémio de Aquisição na V Trienal da Índia. Foi, ainda, o vencedor do Prémio União Latina em 1992. Realizou várias obras no espaço público, nomeadamente, a Calçada junto ao Oceanário no Parque das Nações, um painel de azulejos no acesso Olaias/Areeira ao túnel do eixo norte/sul da Av. João XXI (Lisboa), e uma pintura mural na Escola Superior de Comunicação Social de Lisboa. As suas obras estão representadas nas coleções Caixa Geral de Depósitos, Museu do Chiado, Centro Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, entre outras.

sem nome
Técnica mista sobre papel
150x405cm
Tinta-da-china s/ papel, 150x600cm
William Shakespear, 1997
M†rio de S† Carneiro, 1997
Almeida Negreiros, 1997
Ces†rio Verde, 1997
Walt Whitman, 1997
Técnica mista sobre papel,
130 x 223,5 cm