Fernanda Fragateiro

FERNANDA FRAGATEIRO (Montijo, 1962) vive e trabalha em Lisboa. A obra multifacetada de Fernanda Fragateiro explora o espaço nos seus diversos significados e manifestações fenomenológicas, sejam elas arquitectónicas, escultóricas, privadas e públicas, temporais e sociais. O seu trabalho altera e reconfigura espaço através de objectos e intervenções urbanas e na paisagem, alterando a sua percepção e significado. Variando na escala e nos suportes utilizados, o trabalho da artista mantém um estilo marcadamente definido, nascido de uma estética minimalista da forma, cor e textura. Entre as suas exposições recentes destacam-se Ângela Ferreira Fernanda Fragateiro, com Ângela Ferreira, no Espaço Chiado8, com curadoria de Delfim Sardo (2015); Stones Against Diamonds, NC-Arte, Bogotá, Colômbia (2014); R9F6BRANCO, com Rui Mendes, Pavilhão Branco – Museu da Cidade, Lisboa; (Not) Connecting, Calouste Gulbenkian Foundation, Londres, Reino Unido (2013); (Cortar) Texto Sem Palavras, na Galeria Baginski (2012), e Conteúdo Desconhecido, na Galeria Baginski, em 2009.
Das suas exposições colectivas em instituições públicas e museus destacam-se, Metamodern, exposição itinerante, EUA, com curadoria de curatorsquared (c2), Ginger Gregg Duggan, Judith Hoos Fox (2015-17); Beyond the Supersquare, Bronx Museum, Nova Iorque, EUA, com curadoria de Maria Inez Rodriguez (2014); Sincronias: Artistas Portugueses na Colecção António Cachola, MEIAC, Badajoz, Espanha; Langages: entre le dire et le faire, Centre Culturel Gulbenkian, Paris, França, com curadoria de Filipa Oliveira (2013); Terrible Beauty, Dublin Contemporary, Irlanda, Irlanda; A culpa não é minha: Obras da Colecção António Cachola, Museu Colecção Berardo, Lisboa, curadoria de Eric Corne; (2011) Trienal de Arquitectura de Lisboa, MNAC – Museu do Chiado, Lisboa, curadoria de Delfim Sardo (2010); e ainda exposições na Fundação Marcelino Botín, Santader, Espanha (2009); IVAM, Valência, Espanha (2008); Centro Cultural de Belém, Lisboa (2006); Fundação de Serralves, Porto (2005); Fundacão ‘La Caixa’, Caixa Forum, Barcelona, Espanha (2004); Culturgest, Lisboa (2003). O trabalho de Fernanda Fragateiro encontra-se representado em diversas Colecções das quais se destacam Ella Fontanals Cisneros Collection, Miami, EUA; Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía, Madrid, Espanha; Colecção António Cachola, Elvas; Fundación Claudia Hakim, Bogotá, Colômbia; Museo Extremeño y Ibero-americano de Arte Contemporáneo; Museu de Serralves, Porto; Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, entre outras. FERNANDA FRAGATEIRO (Montijo, 1962) lives and works in Lisbon.

Cortiça e ferro galvanizado,
Dimensões variáveis
Ferro moldado
Madeira, espelho (125x200x40 cm) e fotografia (125x200 cm)
Dimensões de instalação variáveis, 2 fotografias preto e branco impressas sobre papel,espelho, texto e toalha vermelha