Ana Manso

Ana Manso nasceu em Lisboa em 1984, onde vive e trabalha. É licenciada em Artes Plásticas – Pintura, pela Faculdade de Belas Artes de Lisboa, expõe com regularidade desde 2007. Exposições individuais e colectivas incluem: Não significam nada quando as faço – só uma confusão. Com o passar do tempo encontro algo onde me agarrar – como por exemplo – como – como.., Uma Certa Falta de Coerência, Porto (2016); Menthol, Ar Sólido, Lisboa (2016); Rinoceronte-Ananás, Galeria Múrias Centeno, Porto (2016); Cidra Da Luz Escoval Manso Mendes Romão Sena, AR Sólido, Lisboa (2015); Sirena, Galleria Umberto di Marino, Nápoles (2015); Contemporary Divan, Palazzo Milio, Ficarra (2015); WET WET SUNSET EAR ON A WALL, Syntax, Lisboa (2015); Through Painting, Fondazione Rivolidue, Milão (2015); The Go-Between, Museo Di Capodimonte, Nápoles (2014); Sereia, Museu Nogueira Silva, Braga (2014); Group show, Schwarz Contemporary, Berlim (2014); Quotes from the Left Left hand, Galleria Massimodeluca, Mestre Veneza (2014); Entre lo Fugitivo y lo Infinito, Maisterravalbuena, Madrid (2013); Z, Galeria Pedro Cera, Lisboa (2013); Sob Fogo/Under Fire, Galeria Baginski, Lisboa (2012); Transition and Duration, Galleria Umberto Di Marino, Nápoles (2012); Gótico, Parkour, Lisboa (2012); O sol morre cedo, Pavilhão Branco – Museu da Cidade, Lisboa (2009); Democracy among Tyrants, Galeria Pedro Cera, Lisboa (2009) e A River Ain’t Too Much to Love, Spike Island, Bristol (2008). Em 2008 foi selecionada pela Câmara Municipal de Lisboa para a Bolsa de Intercâmbio Artístico Lisboa-Budapeste, Hungria. Em 2011, Ana Manso foi nomeada para o Prémio EDP Novos Artistas e para o prémio Fidelidade Mundial 2011 Prémio Jovens Pintores, ambos em Portugal.

pintura Coleccao AC - Ana Manso
Óleo e Spray sobre papel
120 x 90cm